É assim há meia década… O título nacional de surf feminino voltou a ser atribuído na MISS ACTIVO CUP, desta feita com a algarvia Yolanda Sequeira a sagrar-se campeã nacional 2019. Depois dos títulos nacionais conquistados na Costa Nova por Teresa Bonvalot (2014 e 2015), Carol Henrique (2016 e 2017) e Camila Kemp (2018), este foi o ano de Yolanda Hopkins Sequeira manter aquilo que começa a ser tradição (ainda falta disputar uma etapa) e vencer a Liga MEO.

A brasileira Isabela Sousa, que representa o Estoril Praia, revalidou o título de Miss Activo Cup do Campeonato Europeu de Bodyboard, ao vencer, novamente, na final a espanhola Teresa Padilla Miranda. No «remake» da final de 2018, mas com condições de mar completamente diferentes, a quatro vezes campeã mundial e campeã europeia em título somou a sua quinta vitória consecutiva no Europeu de Bodyboard, prova sob a égide da European Surfing Federation, contando com triunfos nas duas provas realizadas no presente Campeonato a que soma as três da última edição.

Disputadas as duas primeiras rondas da prova do Campeonato Europeu de Bodyboard, da European Surfing Federation, na praia da Costa Nova (Ílhavo), Isabela Sousa, campeã europeia em título e quatro vezes campeã do Mundo, mantém-se na defesa do título de Miss Activo Cup ETB que conquistou em 2018, num dia que ficou marcado pela eliminação de três outras ex-campeãs mundiais (Joana Schenker, Alexandra Rinder e Teresa Almeida).

Está a chegar a 15ª edição da MISS ACTIVO CUP, é já dia 31 de Julho, e, como já vem sendo habitual, a organização tem wild cards para atribuir. Todas as atletas juniores, de bodyboard e surf, que pretendam candidatar-se a estes convites que a ASA (Associação de Surf de Aveiro) tem para atribuir devem inscrever-se e disputar os qualifyings.